LUCENTIS 10 MG/ML 1 FR AMP. 0,23 ML

Indicação:

degeneração macular neovascular; lesões da retina

LUCENTIS 10 MG/ML 1 FR AMP. 0,23 ML

Código do Produto:7896261020436

Disponíbilidade:Em estoque

DESCRIÇÃO RÁPIDA

Fabricante:NOVARTIS
Conservação:REFRIGERADO
Registro M.S.:1006810560059
Principio ativo:RANIBIZUMABE
Download Bula

R$ 5.441,86




* Receita Médica(Tamanho máximo: 10.00 MB. Tipo: jpg,jpeg,png,pdf)




Informações Complementares


Descrição

Lucentis® 10 mg/mL de solução para injeção - embalagem com 1 frasco-ampola contendo 2,3 mg de ranibizumabe em
0,23 mL de solução e uma agulha com filtro para retirada do conteúdo do frasco.

Para que é indicado LUCENTIS

Lucentis® é usado para tratar lesões da retina (parte de trás do olho sensível à luz) causada pelo vazamento e
crescimento anormal dos vasos sanguíneos em doenças que podem provocar diminuição da visão como:
Forma úmida da degeneração macular relacionada à idade (DMRI);
Neovascularização coroidal (NVC);
Edema macular diabético (EMD);
Edema devido ao bloqueio das veias da retina (OVR), no qual fluidos acumulam-se na parte de trás dos olhos.

LUCENTIS - Composição

Cada frasco-ampola contém 2,3 mg de ranibizumabe em 0,23 mL de solução.
Excipientes: alfa, alfa-trealose di-hidratada, cloridrato de histidina monoidratado, histidina, polissorbato 20, água para
injetáveis.

Para que serve LUCENTIS

Em adultos, Lucentis® é usado para tratar lesões da retina (parte de trás do olho, sensível à luz),
causadas pelo vazamento e crescimento anormal dos vasos sanguíneos em doenças que podem
provocar diminuição da visão como:
O tratamento da degeneração macular neovascular (exsudativa ou úmida) relacionada à idade (DMRI);
O tratamento de deficiência visual devido ao edema macular diabético (EMD);
O tratamento de retinopatia diabética proliferativa (RDP);
O tratamento da deficiência visual devido ao edema macular secundário à oclusão de veia da retina (OVR);
O tratamento do comprometimento visual devido à neovascularização coroidal (NVC).


Como funciona LUCENTIS

Lucentis® é uma solução administrada pelo seu oftalmologista (médico dos olhos) como uma injeção no olho sob
anestésico local. Contém a substância ativa ranibizumabe, que é uma parte de um anticorpo. Anticorpos são proteínas
que reconhecem e ligam-se especificamente a outras proteínas únicas do corpo. O ranibizumabe liga-se seletivamente a
uma proteína chamada fator de crescimento endotelial vascular humano A (VEGF-A), que está presente na retina (parte
de trás do olho sensível à luz). O ranibizumabe reduz ambos, o crescimento e o vazamento de novos vasos no olho,
processos anormais que contribuem para diversas doenças oculares que podem provocar diminuição da visão.

LUCENTIS - Contraindicações

Você não deve usar Lucentis®:
 Se você é alérgico (hipersensível) ao ranibizumabe ou a qualquer um dos outros componentes do Lucentis®
listados no começo desta bula;
 Se você tiver uma infecção ou suspeita de infecção no olho ou ao redor do olho;
 Se você sofrer dor ou vermelhidão no seu olho.
Se caso alguma dessas condições acima se aplicam a você, fale com seu médico. Você não deve receber Lucentis®.
Se você já teve reação alérgica grave (hipersensibilidade), fale com seu médico antes de receber Lucentis®. Se você
acha que pode ser alérgico, pergunte ao seu médico.

Como tomar LUCENTIS

Lucentis® será administrado pelo seu oftalmologista.
Lucentis® deve ser aplicado em hospitais, clínicas oftalmológicas especializadas ou salas de cirurgia ambulatoriais com
o adequado acompanhamento do paciente, sendo que a aplicação do medicamento fica restrita somente a profissionais
habilitados.
Siga as orientações do seu médico cuidadosamente.


Siga a orientação de seu médico, respeitando sempre os horários, as doses e a duração do tratamento.

ADVERTÊNCIA
Ao persistirem os sintomas o médico deverá ser consultado


2022 | Pharma-k - Todos os direitos reservados