TARCEVA 100 MG - CAIXA COM 30 COMPRIMIDO

Indicação:

Cancer de Pulmão; cancer de pancreas

TARCEVA 100 MG - CAIXA COM 30 COMPRIMIDO

Código do Produto:7896226505152

Disponíbilidade:Em estoque

DESCRIÇÃO RÁPIDA

Fabricante:ROCHE
Conservação:AMBIENTE
Registro M.S.:1010006510021
Principio ativo:ERLOTINIBE
Download Bula

R$ 9.399,21




* Receita Médica(Tamanho máximo: 10.00 MB. Tipo: jpg,jpeg,png,pdf)




Informações Complementares


Descrição

Comprimidos revestidos 25 mg, 100 mg e 150 mg, em caixa com 30 comprimidos.
- Via oral.
- Uso adulto.
Fabricado na Suíça por: F.Hoffmann-La Roche Ltd, Basileia ou Fabricado para F.Hoffmann-La Roche Ltd, Basileia, Suíça por Delpharm Milano S.R.L., Segrate, Itália

Para que é indicado TARCEVA 100MG

Câncer de pulmão de não pequenas células
Tarceva® é indicado para o tratamento de primeira linha e de manutenção de pacientes com câncer de pulmão do tipo não pequenas células (CPNPC), localmente avançado ou metastático, com mutações ativadoras de EGFR (receptor do fator de crescimento epidérmico).

No tratamento de manutenção, nenhum benefício clinicamente relevante foi demonstrado em pacientes com CPNPC sem mutação ativadora de EGFR.

Tarceva® é indicado também para o tratamento de pacientes com câncer de pulmão do tipo não pequenas células (CPNPC) localmente avançado ou metastático, após a falha de pelo menos um esquema quimioterápico prévio.

Câncer de pâncreas
Tarceva®, em combinação com gencitabina, é indicado para o tratamento de primeira linha de pacientes com câncer pancreático localmente avançado, inoperável ou metastático.

Peça ao seu médico para lhe explicar melhor sobre a sua doença.

TARCEVA 100MG - Composição

Cada comprimido revestido de 100 mg contém:
100 mg de erlotinibe (equivalente a 109,29 mg de cloridrato de erlotinibe).

Excipientes: lactose monoidratada, celulose microcristalina, amidoglicolato de sódio, laurilsulfato de sódio, estearato de magnésio.

Revestimento: hipromelose, hiprolose, dióxido de titânio e macrogol.

Para que serve TARCEVA 100MG

É indicado para o tratamento de primeira linha e de manutenção de pacientes com câncer de pulmão do tipo não pequenas células (CPNPC), localmente avançado ou metastático, com mutações ativadoras de EGFR (receptor do fator de crescimento epidérmico).

Como funciona TARCEVA 100MG

Tarceva® inibe a ação de uma enzima chamada tirosinoquinase presente em células normais e cancerosas. Na célula cancerosa, Tarceva® bloqueia a proliferação, podendo levá-la a morte, diminuindo, dessa forma, o tamanho do tumor.

TARCEVA 100MG - Contraindicações

Você não deve usar Tarceva® se apresentar hipersensibilidade severa a erlotinibe ou a qualquer componente da fórmula.

Como tomar TARCEVA 100MG

Câncer de pulmão de não pequenas células
A dose diária recomendada de Tarceva® é de 150 mg, por via oral, pelo menos uma hora antes ou duas horas depois da ingestão de alimentos.

Câncer de pâncreas
A dose diária recomendada de Tarceva® é de 100 mg, por via oral, pelo menos uma hora antes ou duas horas depois da ingestão de alimentos, em combinação com gencitabina (vide as informações de gencitabina para a indicação de câncer de pâncreas).

O uso concomitante de medicamentos que utilizam a mesma via de metabolização hepática de Tarceva® pode exigir ajuste da dose. Quando for necessário ajuste da dose, recomenda-se reduzir em escalas de 50 mg.

Insuficiência hepática
Se você tiver insuficiência hepática moderada, seu médico deve ter cautela ao lhe prescrever Tarceva® e poderá reduzir a dose ou interromper o tratamento caso ocorram efeitos adversos graves, embora a exposição a erlotinibe tenha sido similar nesses pacientes. A segurança e a eficácia não foram estudadas em pacientes com insuficiência hepática grave.

Insuficiência renal
A segurança e a eficácia de Tarceva® não foram estudadas em pacientes com insuficiência renal.

Uso pediátrico
A segurança e a eficácia de Tarceva® não foram estudadas em pacientes com idade abaixo de 18 anos.

Fumantes
O fumo de cigarros mostrou reduzir a exposição de erlotinibe. A dose máxima tolerada para fumantes ativos com câncer de pulmão de não pequenas células foi de 300 mg.

A eficácia e a segurança a longo prazo da dose superior à recomendada inicialmente não foram estabelecidas para pacientes que continuam fumando cigarros.

Siga a orientação de seu médico, respeitando sempre os horários, as doses e a duração do tratamento.

Não interrompa o tratamento sem o conhecimento do seu médico.

Este medicamento não deve ser partido ou mastigado.


Siga a orientação de seu médico, respeitando sempre os horários, as doses e a duração do tratamento.

ADVERTÊNCIA
Ao persistirem os sintomas o médico deverá ser consultado


2022 | Pharma-k - Todos os direitos reservados