EYLIA 40 MG/ML CAIXA C/1 FRASCO X 0,278

Indicação:

edema macular diabético; neovascularização coroidal miópica

EYLIA 40 MG/ML CAIXA C/1 FRASCO X 0,278

Código do Produto:7891106907439

Disponíbilidade:Em estoque

DESCRIÇÃO RÁPIDA

Fabricante:BAYER
Conservação:REFRIGERADO
Registro M.S.:1705600970011
Principio ativo:AFLIBERCEPTE
Download Bula

R$ 4.780,70




* Receita Médica(Tamanho máximo: 10.00 MB. Tipo: jpg,jpeg,png,pdf)




Informações Complementares


Descrição

Eylia® (aflibercepte) apresenta-se em forma de solução injetável em frascos-ampola.

- Cada frasco-ampola contém um volume nominal de enchimento de 0,278 mL, acompanhado de uma agulha com filtro 18G.

- Cada mL de solução para injeção intravítrea contém 40 mg de aflibercepte.

- Via intravítrea.

- Uso adulto.

Para que é indicado EYLIA 40MG

Eylia® (aflibercepte) é indicado para o tratamento de:

- Degeneração macular relacionada à idade, neovascular (DMRI) (úmida);

- Deficiência visual devido ao edema macular secundário à oclusão da veia da retina (oclusão da veia central da retina (OVCR) ou oclusão de ramo da veia da retina (ORVR));

- Deficiência visual devido ao edema macular diabético (EMD);

- Deficiência visual devido à neovascularização coroidal miópica (NVC miópica).

EYLIA 40MG - Composição

Cada frasco-ampola fornece quantidade suficiente para uma dose única de 0,050 mL contendo 2 mg de aflibercepte.
Excipientes: polissorbato 20, fosfato de sódio monobásico monoidratado, fosfato de sódio dibásico heptaidratado, cloreto de sódio, sacarose e água para injetáveis.
Este medicamento contém menos de 1 mmol de sódio (23 mg) por dose, ou seja, basicamente “isento de sódio”.

Para que serve EYLIA 40MG

É indicado para o tratamento de:
Degeneração macular relacionada à idade, neovascular (DMRI) (úmida);
Deficiência visual devido ao edema macular secundário à oclusão da veia da retina (oclusão da veia central da retina (OVCR) ou oclusão de ramo da veia da retina (ORVR));
Deficiência visual devido ao edema macular diabético (EMD);
Deficiência visual devido à neovascularização coroidal miópica (NVC miópica).

Como funciona EYLIA 40MG

O aflibercepte, substância ativa de Eylia® (aflibercepte), bloqueia a atividade de um grupo de fatores conhecidos como Fator de Crescimento Endotelial Vascular A (VEGF-A) e o Fator de Crescimento Placentário (PLGF). Em pacientes com DMRI úmida e NVC miópica, estes fatores, em excesso, estão envolvidos na formação anormal de novos vasos sanguíneos no olho. Estes novos vasos sanguíneos podem causar extravasamento de componentes do sangue para dentro do olho e eventual lesão aos tecidos do olho responsáveis pela visão. Em pacientes com OVCR, ocorre um bloqueio no vaso sanguíneo principal que transporta sangue para longe da retina. Em resposta, os níveis de VEGF são elevados, causando vazamento de fluido para dentro da retina e, consequentemente, inchaço da mácula (porção da retina responsável pela visão fina), que é chamado de edema macular. Quando a mácula se enche com fluido, a visão central torna-se borrada.
Em pacientes com ORVR, um ou mais ramos do vaso sanguíneo principal que transporta sangue para longe da retina é (são) bloqueado(s). Em resposta, os níveis de VEGF são elevados causando vazamento de fluido para dentro da retina e, portanto, causando o edema macular.
Edema macular diabético é um inchaço da retina devido ao extravasamento de fluido dos vasos sanguíneos para dentro da mácula, que ocorre em pacientes com diabetes como uma complicação da doença. Quando a mácula se enche com fluido, a visão central se torna borrada.
Eylia® (aflibercepte) demonstrou interromper o crescimento de novos vasos sanguíneos anormais no olho que muitas vezes vazam fluido e sangue para dentro da retina. Eylia® (aflibercepte) pode ajudar a estabilizar, e em muitos casos, melhorar a perda da visão decorrente da DMRI úmida, OVCR, ORVR, EMD ou NVC miópica.

EYLIA 40MG - Contraindicações

Eylia® (aflibercepte) não deve ser usado se você:
For alérgico ao aflibercepte ou a qualquer um dos outros componentes de Eylia® (aflibercepte);
Tiver inflamação no olho (indicada por dor ou vermelhidão);
Tiver uma infecção dentro ou em volta do olho (infecção ocular ou periocular).

Como tomar EYLIA 40MG

Eylia® (aflibercepte) é destinado para injeção dentro do olho (intravítrea).
Deve ser aplicado somente por um médico qualificado com experiência em administrar injeções dentro do olho, sob condições assépticas (limpas e estéreis).
O volume de injeção de Eylia® (aflibercepte) é de 0,050 mL (equivalentes a 2 mg de aflibercepte).
Antes da injeção deverá ser utilizado um colírio para limpar cuidadosamente seu olho para prevenir infecções. Também será usado um anestésico local para reduzir ou prevenir qualquer dor que você possa ter com a injeção.
Na degeneração macular relacionada à idade (DMRI) do tipo neovascular ou úmida
O tratamento com Eylia® (aflibercepte) é iniciado com 1 injeção mensal por 3 meses consecutivos e seguida por outra injeção depois de mais 2 meses.
O seu médico irá então decidir se o intervalo entre as injeções deve permanecer a cada 2 meses ou se deve ser gradualmente estendido em intervalos de 2 ou 4 semanas se sua condição estiver estável. Se sua condição piorar, o intervalo entre as injeções pode ser reduzido.
A menos que você apresente problemas ou seja aconselhado de maneira diferente pelo seu médico, não é necessário que você consulte o médico entre as injeções.
No edema macular secundário à oclusão da veia da retina (OVCR ou ORVR)
O esquema de tratamento mais adequado para você será determinado pelo seu médico iniciando seu tratamento com uma série de injeções mensais de Eylia® (aflibercepte). O intervalo entre duas injeções não deve ser inferior a um mês. Se você não estiver se beneficiando do tratamento contínuo o seu médico pode decidir parar o tratamento com Eylia® (aflibercepte). O tratamento irá continuar com injeções mensais até que sua condição esteja estável. Podem ser necessárias três ou mais injeções mensais. O médico irá monitorar a resposta ao tratamento e poderá continua-lo com aumento gradual dos intervalos entre as injeções, para manter sua condição estável. Se a sua condição começar a piorar com um intervalo de tratamento maior, seu médico irá diminuir o intervalo adequadamente. Com base na resposta ao tratamento, o médico irá determinar o esquema para exames de acompanhamento e tratamentos.
No edema macular diabético (EMD)
Você será tratado com Eylia® (aflibercepte) uma vez por mês (a cada 4 semanas) para as primeiras cinco doses consecutivas, seguido por uma injeção a cada 2 meses (8 semanas). A menos que você tenha quaisquer problemas ou seja orientado de maneira diferente pelo seu médico, não é necessária a consulta entre as injeções. Após os primeiros 12 meses de tratamento com Eylia® (aflibercepte), o intervalo de tratamento pode ser estendido com base no exame médico. Seu médico irá determinar o esquema de exames de acompanhamento e pode decidir interromper o tratamento com Eylia® (aflibercepte) caso seja determinado que você não está se beneficiando do tratamento continuado.

Na neovascularização coroidal (NVC) miópica
Você será tratado com uma única injeção de Eylia® (aflibercepte). Você receberá injeções adicionais somente se seus exames médicos revelarem que sua condição não melhorou. O intervalo entre as injeções não deve ser menor do que um mês. Caso sua condição desapareça e depois retorne, seu médico pode reiniciar o tratamento. O médico irá decidir sobre o esquema de exames de acompanhamento.
Consulte seu médico antes de interromper o tratamento e caso tenha qualquer dúvida adicional no uso deste medicamento.
Siga a orientação do seu médico, respeitando sempre os horários, as doses e a duração do tratamento. Não interrompa o tratamento sem o conhecimento do seu médico.


Siga a orientação de seu médico, respeitando sempre os horários, as doses e a duração do tratamento.

ADVERTÊNCIA
Ao persistirem os sintomas o médico deverá ser consultado


2022 | Pharma-k - Todos os direitos reservados